Azia na gestação: entenda por que acontece e saiba lidar

A gravidez é um período mágico na vida da mulher, mas também traz uma série de desconfortos devido às mudanças a que o corpo está submetido. Um dos problemas que costumam incomodar bastante é a azia na gestação, que tem causa e tratamento específicos. Entenda esse processo e saiba como amenizar os sintomas.

Por que a azia na gestação é recorrente?

A entrada do estômago (ou seja, onde o canal digestivo atinge o estômago) é normalmente mantida fechada por uma válvula que evita o retorno dos componentes ácidos estomacais ao tubo digestivo.

Durante a gravidez, esta válvula fica relaxada devido à ação da progesterona, e o útero dilatado exerce pressão contra o estômago. Assim, o alimento que está sendo digerido é empurrado para o tubo digestório, que não está preparado para receber os ácidos estomacais.

Por isso, esse movimento resulta em azia: uma dor e uma sensação de ardência na parte superior do abdômen, logo abaixo das costelas e no centro do peito. É o que chamamos de refluxo gastresofágico.

Geralmente, a azia na gestação tem dois momentos mais críticos:

  • Na 6ª semana a futura mamãe começa a ganhar mais peso, apesar da barriga ainda não estar aparente. Além dos enjoos, algumas mulheres nessa fase têm problemas gastrointestinais, como azia e prisão de ventre.
  • A partir da 20ª semana o crescimento do feto é acelerado, de modo que a expansão do útero passa a reforçar os sintomas de azia.

Dá para evitar ou amenizar a azia na gestação?

Dá sim! O segredo é controlar a alimentação, fazer as escolhas nutricionais corretas e seguir as recomendações do seu médico.

Confira alguns cuidados simples que podem ajudar muito no alívio da azia na gestação:

Evite alimentos apimentados

Tecnicamente, a pimenta não faz mal nem à mãe nem ao bebê, mas ela costuma mudar o pH do estômago e tende a piorar os efeitos do refluxo. Se você comer e não sentir nenhum mal-estar, fique tranquila. No entanto, se tiver problemas de hemorroidas, elas costumam piorar durante a gravidez e ficam ainda mais sensíveis e dolorosas caso você consuma muita pimenta.

Evite frituras, pratos pesados e gordurosos

Refeições desse tipo, principalmente próximas à hora de dormir, pioram os sintomas do refluxo e prejudicam a qualidade do sono. Na sua dieta, prefira o azeite extra virgem ao óleo, limite o consumo de manteiga e margarina e sempre remova a gordura visível nos alimentos.

Não deixe seu estômago vazio por mais de 3-4 horas

Ficar sem comer também não favorece o alívio dos sintomas da azia na gestação. Isso porque os ácidos estomacais produzidos e não utilizados podem acabar se acumulando e estimulando o refluxo. Por isso, é sempre melhor fazer refeições pequenas e frequentes, evitando longos períodos de jejum durante o dia e à noite.

 

Leia também:

 

Restrinja o consumo de líquidos durante as refeições

O estômago pode ficar distendido e piorar os sintomas da azia na gestação. Você deve sempre beber muita água, mas não durante as refeições.

Algumas bebidas costumam provocar reações mais intensas, como sucos cítricos, refrigerantes e café. Consuma com moderação.

Use um travesseiro extra para dormir

Manter o tronco elevado dificulta o movimento dos ácidos para o tubo digestório, evitando o refluxo quando você se deitar para descansar.

Cuidado com roupas apertadas no abdome

Elas aumentarão a pressão sobre o estômago e ajudarão a empurrar os ácidos para cima. Prefira versões mais confortáveis, sempre!

Consuma suplementos do jeito certo

Preparados de ferro e cálcio são aconselhados após os primeiros três meses de gravidez. Eles podem causar azia ou náuseas, o que pode ser minimizado ingerindo o líquido ou a cápsula após as refeições. Nesse caso, não tome antiácidos ao mesmo tempo.

Tome antiácidos prescritos pelo seu médico

Nem todos os antiácidos são recomendados para combater a azia na gestação, pois algumas classes de medicamento podem alterar o funcionamento do intestino e diminuir a absorção de nutrientes importantes para a mamãe e para o bebê.

Por isso, se você tomar todos esses cuidados e o problema continuar intenso, o médico poderá recomendar um tratamento específico. Alguns remédios atuam como estimuladores dos músculos do tubo digestivo, evitando que eles relaxem demais e viabilizem o refluxo.

Gostou das nossas dicas para combater a azia na gestação? Compartilhe nas suas redes sociais para ajudar outras mamães a resolver esse problema!

Azia na gestação: entenda por que acontece e saiba lidar
Avalie este post