O que são exercícios de Kegel e como eles ajudam as grávidas?

A genitália feminina é uma das áreas mais afetadas pela gravidez: se a mulher investir em ter bons músculos e ligamentos do períneo e do quadril, ela passará sem prejuízos pela natural sobrecarga de peso. Por isso, vale a pena investir nos chamados exercícios de Kegel, que ajudam a fortalecer essa região.  Confira nosso guia sobre o assunto e prepare-se para a chegada do bebê!

Qual é o papel da pelve e do períneo durante a gravidez?

A pelve é uma região de transição entre os membros inferiores e o tronco, envolvida pelos ossos da bacia. Nesse espaço, se encontram os órgãos de reprodução (útero, tubas uterinas e ovários) e de excreção (uretra, bexiga e reto).

Roupa Infantil - Bazar Espaço Kids

Já o períneo, também chamado de assoalho pélvico, é um conjunto de fibras elásticas que fica em torno da vulva e do ânus. Além de apoiar os órgãos da pelve, é responsável pela qualidade da relação sexual. Ainda atua no controle dos esfíncteres, válvulas que regulam a excreção da urina e das fezes.

Durante a gestação, o útero cresce cerca de 20 vezes em direção ao abdômen e acaba saindo da bacia. Em alguns casos, esse movimento provoca distensão dos ligamentos, causando dores e desconforto pélvico.

Já em partos difíceis, com feto muito grande ou à fórceps, pode ocorrer lesão dessas estruturas, prejudicando toda a dinâmica da pelve e tornando-se indicativo de cirurgia corretiva (perineoplastia).

Por que você deve fortalecer sua musculatura pélvica?

As mudanças na dinâmica da pelve podem ocasionar os seguintes problemas:

  • Incontinência urinária e fecal: devido ao relaxamento excessivo dos músculos perineais;
  • Prolapso dos órgãos pélvicos: sem o devido apoio, eles podem escapar pela vagina ou ânus após o parto;
  • Disfunções sexuais: dificuldades de atingir o orgasmo e dores na relação;
  • Flacidez no canal vaginal, com alargamento e perda de sensibilidade;
  • Dores pélvicas e na coluna;

O que são exercícios de Kegel?

Na década de 40, o ginecologista Arnold Kegel identificou que a incontinência urinária estava frequentemente associada à fraqueza da musculatura perineal. Ao testar exercícios de fortalecimento nas pacientes, elas relataram uma redução significativa do problema e melhora do prazer sexual.

A técnica evoluiu e até hoje é referência para fortalecimento da musculatura pélvica — não só durante a gravidez, mas em toda a vida da mulher. As dores e a necessidade de cirurgia podem ser evitadas com auxílio de um fisioterapeuta no ensino e treinamento do método.

Em geral, os exercícios de Kegel são de fácil execução e, depois de aprendidos, você pode realizá-los sozinha e em qualquer lugar —  já que a pessoa do seu lado nem mesmo pode perceber os movimentos. Outros podem ser feitos ao acordar ou ao se deitar, em não mais que 10 minutos.

 

Leia também:

Que exercícios você pode fazer sozinha?

Os exercícios de Kegel são essencialmente baseados em sequências de contração e relaxamento dos músculos pélvicos, com frequências e intensidades variáveis. Para distender os músculos, você também pode massagear a região.

Exercício básico

  1. Contraia a região da vagina e do ânus, como se estivesse evitando de fazer xixi;
  2. Segure a posição por 10 segundos e relaxe os músculos lentamente;
  3. Faça 20 repetições, 3 vezes por dia. Cada sequência dura em média 5 minutos.

Massagem perineal

  1. Com as mãos bem limpas e lubrificadas com óleo vegetal, insira o indicador no canal da vagina;
  2. Faça pressão para baixo, deslizando o dedo em movimento de meia-lua;
  3. Aumente a intensidade da pressão gradualmente e sinta os músculos sendo estendidos.
  4. Repita a sequência por aproximadamente 10 minutos, todos os dias.
  5. Faça compressas com uma toalha morna ou tome banho quente antes da massagem para maior relaxamento.

E depois do parto?

Durante a gravidez e depois do parto você deverá fazer os exercícios específicos para a fase do pós-parto. Aqui, de novo, o fisioterapeuta pode contribuir muito para a recuperação da sua musculatura pélvica.

O uso de calcinhas de algodão proporcionará conforto e proteção à delicada pele e mucosa da vulva. Roupas muito apertadas nos quadris e meias de tecido sintético podem determinar dermatites e lesões em peles muito sensíveis.

Invista nos músculos da sua pelve para uma gestação tranquila e uma vida mais saudável. Além dos exercícios de Kegel, atividades como Pilates também contribuem para o fortalecimento da região. Aproveite para conferir também nosso post sobre os benefícios da hidroginástica para gestantes!

 

 

 

O que são exercícios de Kegel e como eles ajudam as grávidas?
Avalie este post