Benefícios da amamentação até os dois anos

Olá, mamães! Hoje vamos conversar sobre os benefícios da amamentação, em especial para crianças, que são aquelas que já tem dois anos de idade completos. Este é um assunto que gera muitas dúvidas nas mamães, bem como também sempre ronda os pensamentos dos papais, principalmente aqueles de primeira viagem em que estão vivendo a experiência da maternidade pela primeira vez.

Será que existe benefícios em prolongar a amamentação? Até quando eu devo amamentar o meu bebê? Estas e outras possíveis dúvidas vamos tirar hoje!

Amamentação e o leite materno 

Primeiramente, saiba que o leite materno é o alimento mais rico e mais completo que existe. Ele tem todos os nutrientes necessário para o bebê, além de produzir anticorpos necessários para o seu filho. O leite materno possui substâncias como proteínas, carboidratos e gorduras de maneira equilibrada, além de garantir que o bebê tenha um crescimento e desenvolvimento saudável.

De acordo com o Ministério da Saúde, “o leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês e a forma de proteção mais econômica e eficiente para diminuir as taxas de mortalidade infantil, sendo capaz de reduzir em até 13% os índices de mortes de crianças menores de cinco anos.”

Sobretudo, um outro ponto muito importante que a amamentação traz é a criação de um laço afetivo muito grande, único e intimista entre a mãe e o bebê. Este é um momento só deles, um tempo de qualidade entre os dois.

Quando começar a amamentação

Logo após o nascimento do bebê ele já deve começar a mamar. A não ser que o haja alguma contraindicação, como no caso do bebe ser muito prematuro, não importa se foi parto cesáreo ou normal, a amamentação deve ocorrer na primeira hora de vida do bebê.

Além disso, a amamentação na primeira hora de vida também é importante para a mãe pois auxilia nas contrações uterinas, diminuindo o risco de hemorragia.

Existe uma preparação para os seios, e você pode saber mais neste outro post do nosso blog!

Benefícios da amamentação

Bem como já começamos a falar, existem muitos outros benefícios da amamentação. Vamos aprofundar sobre este tema, com seus diversos benefícios.

  • Metabólicos
    A amamentação, ainda para crianças maiores de 1 ano, diminui o risco de sobrepeso, obesidade, diabetes e hipertensão.
    O leite materno tem efeito anti-inflamatório, por isso as crianças que mamam tem menores chances de desenvolver a doença.
  • Nutricionais
    Do mesmo modo que falamos a pouco, o leite materno é rico em proteínas, cálcio, calorias e vitaminas, como S, B12 e C. Ou seja, ele nutre o bebê por completo.
    A vitamina B12 e o ácido fólico são fundamentais para a produção de células vermelhas, prevenindo doenças como a anemia.
  • Imunológico
    Quando chegamos ao mundo ainda precisamos desenvolver muitas coisas, como o sistema imunológico.
    Um dos benefícios da amamentação é fortalecer este sistema do bebê. O leite materno é rico em anticorpos que passa da mamãe para o bebê.
  • Desenvolvimento do sistema nervoso
    Bem como o sistema imunológico, o sistema nervoso ainda precisa se desenvolver. Por ser rico em uma gordura chamada DHA, ele proporciona a formação de neurônios, possibilita o aprendizado e contribui para a memória.
    Nesse sentido, estudos mostram que quanto mais o bebê mamar, maior será o seu QI.
  • Dentes e fala
    A amamentação auxilia no fortalecimento dos músculos da fala e da dentição.
  • Fácil digestão
    Outro sistema que ainda precisa ser desenvolvido é o digestivo. Nesse sentido, o leite materno é o alimento que oferece melhor digestão para os bebês.
  • Reduz cólicas
    Por ser de fácil digestão, o leite materno previne problemas como gases e cólicas.

Até quando amamentar o bebê

Antes de tudo, já sabemos que a amamentação possui diversos nutrientes e benefícios para o bebê, mas até quando o bebê se nutre com eles?

Sobretudo, os seis primeiros meses de vida do bebê são exclusivos de amamentação. Após os seis meses, com o bebê que já senta, a introdução alimentar é começa, contudo a amamentação continua sendo importante e necessária.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a alimentação do bebê acompanhado da amamentação sem uma data limite definida.

Quanto mais a criança amamenta, mais ela obtém todos os benefícios que falamos acima: menores chances de sobrepeso e obesidade, previne doenças, infecções e até a morte.

O único problema são os julgamentos dos outros. Mas isso não deve nos preocupar. Mais vale pensar nos benefícios que nossos filhos estão recebendo do que no pensamento dos outros!

Benefícios da amamentação para crianças

Consideramos um recém nascido até ele completar seu 28º dia de vida, quando passamos a chamar de bebê, que vai até os dois anos. Após essa idade ele já é considerado uma criança.

Como os benefícios da amamentação continuam, então continua fazendo bem para criança, que é nossa principal preocupação.

Mas não só para as crianças que faz bem, para a mãe e até mesmo para toda a sociedade também faz. Para a mãe porque estudos já comprovaram que para quem já amamentou as chances de algumas doenças diminuem, como câncer de mama, útero, ovário e diabetes tipo 2. Para a sociedade porque com menos crianças doentes, menor gastos se tem com a saúde. Além de formar adultos mais inteligentes.

Amamentar também faz bem até para o bolso, já que é algo natural. Nesse sentido, também faz bem à natureza pois não se fabrica embalagens que serão descartadas no futuro.

Além disso tudo já falado, o vínculo afetivo que a mãe e a criança tem só aumenta. No mundo corrido em que vivemos muitas vezes é difícil fazer uma pausa, e na amamentação temos um tempo de pausa para exclusividade da criança com a mãe. Trocas de olhares são feitos, carinho, cafuné e muitos beijinhos são dados.

 

Benefícios da amamentação para a mãe

O que muita gente não sabe é que a amamentação não é só boa para o bebê, mas também é para a mãe.

Amamentar na primeira hora de vida ajuda nas contrações, o que diminui o risco de hemorragia. Ajuda também na perda de peso, proteção de doenças cardiovasculares bem como osteoporose. Como também já falamos, estudos comprovam que quem já amamentou tem menores chances de ter algumas doenças, como câncer de mama, útero, ovário e diabetes tipo 2.

 

Em suma, lembre-se sempre que não existe um tempo limite para que a sua criança amamente. Isso é entre vocês! Não permitir que opiniões e julgamentos da sociedade atrapalhem é muito importante.

São muitos os benefícios da amamentação que se tem, e isso deve ser o que nos guia. Ter filhos mais saudáveis, adultos mais inteligentes e com menor chance de sobrepeso, obesidade e outras doenças são coisas que devem pesar na hora de decidir a hora de parar de amamentar.

Por vezes é uma troca de um presente com algumas dificuldades por um futuro mais promissor para os nossos filhos!

E por aí, como vai a amamentação? Já sofreu algum julgamento por estar amamentando uma criança mais crescida? Qual benefício chamou mais a sua atenção? Conte para a gente nos comentários!