De repente: MÃE!

Materia03

Primeiro, parabéns! 😀 Estar grávida é demais! Ser mãe é incrível. Mas por mais que a sensação de alegria e felicidade nos invada, a insegurança e responsabilidade disso também ganha grandes proporções. O LáVemBebê foi atrás de quem já passou por essa experiência e reuniu algumas dicas ótimas para um guia de mãe.

Amazon
Amazon

A voz da experiência…

Por mais que a gestação de cada mamãe seja única, uma coisa é fato para todas: mamãe feliz, neném feliz. Então, cuidar de você também faz parte dessa transformação. Ouvimos relatos de mães que tiveram mais de 3 filhos e mesmo assim dizem que cada criança foi diferente da outra, porém todas concordam que quanto mais informações, menos situações de desgaste.

Por exemplo, essas mamães mais experientes levam bolsas menores ao sair com o bebê por saberem exatamente o que é preciso levar. Assim, também acabam economizando mais no enxoval porque não compram coisas desnecessárias que acabam nem usando. Hoje, elas sabem que esse excesso era apenas carinho, mas para que complicar se dá para facilitar, não é mesmo?

Cuidado para não se sobrecarregar!

Com certeza a futura mamãe está em um turbilhão de sentimentos. É muito comum sentir que a responsabilidade total da criança é sua, que você deve dar conta de tudo sozinha. Muito frequentemente, as mães de primeira viagem passam um período parecendo mais um zumbi do que uma mãe de tantas coisas que elas “abraçam” para fazer. Calma, SuperMãe! Você pode e deve aceitar ajuda dos outros, não tente carregar o mundo nas costas, ok? A participação da família é essencial, quanto mais pessoas envolvidas em ajudar você, melhor.


Veja também:


 

É importante cuidar da saúde

relatos de mães

Além de todo esse momento psicológico de amor pleno que é ser mãe, temos também a parte prática da coisa. É importante saber sobre a conta da gestação: começamos a contar do primeiro dia da última menstruação. Marque uma consulta com um especialista. O mais comum é ir ao médico por volta da oitava semana, que corresponde ao primeiro mês sem período menstrual, o segundo mês de gravidez.

No médico, normalmente ele fará a ecografia e marcará alguns exames de testes e análises. Exames de toque e palpação mamária também são comuns e a mamãe ganha um Boletim de Saúde da Grávida (BSG), um caderninho que te acompanhará toda a gestação com informações e o acompanhamento gestacional até ao nascimento do bebê, incluindo consultas e exames.

Quanto à sua rotina, você deve repensar algumas coisas. Não se deixe enganar pelo mito do “você precisa comer por duas pessoas”, com esse pensamento você vai engordar e não vai ajudar seu bebê. Durante a gravidez, o organismo da mulher absorve os nutrientes com maior eficiência. Seu cuidado deve ser manter uma alimentação rica e balanceada, com as cinco refeições ao dia e se alimentado de três em três horas.

Caso você pratique exercícios, melhor ainda, não pare por causa da gestação. Tome apenas alguns cuidados quanto à intensidade e use roupas frescas, evitando altas temperaturas, além de beber muita água para se manter hidratada. Entre as práticas mais recomendadas estão as atividades feitas na água, como hidroginástica e natação, pois elas evitam as forças gravitacionais, diminuindo dores lombares. Mulheres ativas durante a gravidez geralmente têm um parto mais fácil e correm menos riscos de intervenções externas.

hidroginástica para gestantes

Assim que descobrir que está grávida, comece a ingerir o Ácido Fólico, presente no brócolis, espinafre, vegetais de folhas verde-escuras, fígado, frutas cítricas e gema de ovo. Essa vitamina é essencial para a formação do cérebro e medula espinhal do bebê. A quantidade indicada pela Organização Mundial da Saúde e defendida pelos médicos é de 0,4 miligrama por dia de Ácido Fólico. Depois do terceiro mês, comece a ingerir Ferro. Esse reforço é porque especialmente neste período o Ferro é usado no desenvolvimento da placenta.

E prepare-se mamãe, você terá uma intensa maratona médica nesses nove meses! Consultas, avaliações físicas, análises clínicas e exames vão entrar para sua rotina. O número de consultas depende do procedimento de cada médico, mas em geral você irá ao consultório do obstetra todos os meses até o sétimo mês da sua gestação. No oitavo mês, é normal ocorrer duas visitas, uma a cada quinze dias. Já no nono, a visita passa a ser semanal.

Ah, lembre-se, a causa dos enjoos não é gástrica, mas sim hormonal. Não adianta tomar remédios para o estômago, pois resolvem muito pouco o problema. A dica para reduzir o desconforto é se alimentar diversas vezes durante o dia em poucas quantidades. Gengibre e limão também são aliados.

tema para chá de bebê

Além de tudo isso, já que #LáVemBebê, vem também o #ChádeBebê! A comemoração é um momento delicioso para a futura mamãe curtir o carinho dos amigos e familiares. Mas fique calma, já explicamos aqui o passo a passo com tudo o que você precisa saber de como fazer um lindo e inesquecível chá de bebê.

Procure conversar com outras mamães e pergunte sobre as particularidades da gestação de cada uma, você verá como isso vai agregar bastante quando estiver com o bebê. A troca de informações é muito rica e vai fazer você não cometer excessos, que ao final só irão sobrecarregar você. E o último e mais importante recado é curtir esse momento, ele é um período mágico em sua vida que mostra o quanto você é especial! 😉


Acreditamos que você também irá gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loja Lá Vem Bebê

Logo Lá Vem Bebê