Algumas mamães podem desenvolver tanto a diabetes quanto a pressão alta durante a gravidez. Mas há algumas maneiras para se evitar o problema.

A diabetes gestacional e a hipertensão arterial na gravidez são problemas que algumas mamães enfrentam durante a sua gravidez. São doenças que, na maioria das vezes, vão sumir após o parto, mas em alguns casos podem acompanhar a mamãe pelo resto da vida.

Tanto a diabetes quanto a hipertensão trazem preocupação extra para as mamães por poder trazer problemas também para seus bebês. Mas há alguma maneira de evitar?

Na maioria das vezes, a questão genética influencia bastante no aparecimento ou não de tais condições.

Mas hábitos saudáveis, como a realização de exercícios físicos e um controle adequado da alimentação e da saúde da mamãe durante a gravidez, pode ajudar muito.

Diabetes Gestacional

O diabetes é uma doença que desregula a produção e absorção de insulina pelo nosso organismo. Com isso, o açúcar passa a não ser processado corretamente pelo organismo.

Durante a gravidez, com a produção de hormônios acontecendo de maneira diferente, a insulina acaba não sendo absorvida de maneira correta- fazendo com que o diabetes apareça.

Podendo aparecer a qualquer momento da gestação, o diabetes pode continuar interferindo de forma cada vez maior na gravidez.

O crescimento do feto e a produção de ainda mais hormônios- alguns deles de preparação para o parto- fazem com que a situação possa se agravar no final da gestação.

O tratamento normalmente consiste apenas em controle da alimentação e introdução de uma dieta baixa em açúcares e carboidratos.

Caso os níveis de açúcar não se normalizem, o médico pode optar por uma intervenção medicamentosa. Mas apenas nos casos mais severos há a recomendação do uso de insulina.

Fatores de risco

Além da maior quantidade de hormônios, há fatores que também favorecem o surgimento do diabetes gestacional. Ter histórico do diabetes na família aumenta as chances de desenvolver a doença durante a gravidez.

Ganhar muito peso no início da gestação também favorece o desenvolvimento do diabetes.

Gravidez de gêmeos também pode aumentar a propensão ao aparecimento do diabetes.

Controlar o peso e ter uma alimentação saudável desde o início ajuda a manter a saúde da mamãe e do bebê.

Depois da gravidez, volto ao normal?

Na maioria das vezes, apenas a queda natural dos níveis de hormônio após o parto, já faz com que a insulina volte a ser absorvida de forma correta.

Mas algumas mamães ainda tem que continuar com a manutenção da dieta por um período.

Hipertensão na Gravidez

Outro problema que preocupa as mamães é a pressão alta.  A hipertensão na gravidez pode levar a um quadro bastante complicado, chamado de pré-eclâmpsia.

Normalmente identificado após a 20ª semana da gestação, a pré eclâmpsia é caracterizada quando há um aumento excessivo da pressão arterial além da perda de proteínas.

Nesses casos, as proteínas não são sintetizadas e acabam sendo eliminadas pela urina.

Esse quadro pode ser bastante perigoso e levar, até mesmo, a um parto prematuro.

Há como evitar?

Não. Na maioria das vezes, a doença aparece por questões genéticas já existentes.

O controle do ganho de peso durante a gravidez ajuda a manter os níveis de pressão controlados, evitando a pré-eclâmpsia.

Em alguns casos, a evolução para a eclampsia propriamente dita, pode trazer graves riscos.

Com a pressão muito alterada, o sangue que o bebê recebe por meio da placenta pode ser reduzido, prejudicando seu crescimento. Além disso, quando há a confirmação do diagnóstico, a mamãe passa a ser acompanhada ainda mais de perto.

 

Por isso, os exames do pré-natal são tão importantes.

Com o acompanhamento correto, as chances de desenvolver essas e outras doenças diminuem bastante.

O mais importante é estar sempre atenta a qualquer sintoma diferente que você apresente durante a gravidez.

Ao menor sinal de modificação nos hábitos, como aumento ainda maior das idas ao banheiro para fazer xixi, deve ser avisada para seu médico.

Manter a sua alimentação saudável, beber bastante líquido e fazer exercícios leves são essenciais para uma gestação saudável.

Ficar atenta à sua saúde é garantir a saúde do seu bebê!

 

 

 

Diabetes e Pressão alta na gravidez: como evitar?
Avalie este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *