Paternidade responsável e ativa

Paternidade responsável e a licença paternidade extendida

Ter um filho é o sonho de muitos casais. Mas infelizmente a licença paternidade é muito curta. Hoje existe a possibilidade de prolongar a licença através do Programa Empresa Cidadã que tem tudo a ver com a paternidade responsável. Mas… O que é paternidade responsável? Como conseguir a prorrogação da licença paternidade? Neste artigo vamos explicar tudo e um pouco mais pra você sobre este assunto tão interessante e importante.

A paternidade responsável e a prorrogação da licença

O programa Empresa Cidadã, instituída pela lei Lei nº 11.770/2008, foi criado para a prorrogação da licença maternidade concedendo para a empresa incentivos fiscais. Em 2016, no entanto, criou-se uma extensão da lei para prorrogação da licença paternidade também. E nesta extensão está escrito o seguinte:

“Será garantida ao empregado da pessoa jurídica que aderir ao Programa, desde que o empregado a requeira no prazo de 2 (dois) dias úteis após o parto e comprove participação em programa ou atividade de orientação sobre paternidade responsável.”

Segundo o site do Governo Federal sobre a Primeira Infância, para conseguir a extensão da licença paternidade o pai deve se encaixar nos itens a seguir:

  • Ser funcionário de uma empresa cadastrada no programa “Empresa Cidadã”;
  • Participar de um programa ou atividade de orientação sobre paternidade responsável que emita comprovação;
  • Pedir a extensão da licença-paternidade junto ao empregador em até dois dias úteis após o parto;
  • Não exercer nenhuma atividade remunerada durante o período;
  • Manter a criança sob seus cuidados durante o período.

Quais programas e atividades sobre paternidade responsável são válidos?

Infelizmente a lei não determinas os órgãos responsáveis para a promoção e execução destes programas e atividades. Mas o curso Pai Presente: cuidado e compromisso, tem sido um dos mais aceitos pelo Ministério da Saúde. Este curso foi pensado pelo próprio Ministério da Saúde e pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É um curso online de 12 horas oferecido pela AVASUS. Pergunte na sua empresa se eles têm indicação de algum curso, pode ser um bom ponto de partida!

Como ser um pai presente e ativo?

Pra você não “cair de paraquedas” no curso sobre Paternidade responsável, fizemos este pequeno resuminho de assuntos que provavelmente serão vistos nele. Para ser mais fácil, vamos começar por uma lista de coisas práticas do que um pai responsável faz. Aqui está um listinha que se encontra na cartilha do ministério da saúde sobre paternidade responsável:

  • Participar das consultas de planejamento reprodutivo;
  • Acompanhar a criança na escola/creche e nos estudos de casa;
  • Apoiar a parceira durante a gestação, o parto e o pós parto, estreitando o vínculo familiar;
  • Brincar e passear com a criança;
  • Manter um clima de respeito com a parceira e a criança;
  • Realizar as consultas de pré-natal com sua parceira;
  • Falar e ouvir os medos, as angústias que surgem durante a gravidez, conversar com a parceira e procurar um profissional de saúde para esclarecer suas dúvidas;
  • Ser carinhoso e afetuoso com o(a) seu(sua) filho(a) e sua parceira;
  • Participar da realização das ecografias e tirar suas dúvidas sobre o desenvolvimento da criança;
  • Compartilhar com a parceira as tarefas domésticas;
  • Incentivar a amamentação e compartilhar com a parceira esse momento;
  • Compartilhar com a parceira os cuidados com a criança como: dar banho, trocar fraldas e roupas, alimentar seu(sua) filho(a), colocar para dormir, entre outros;
  • Fazer uma visita prévia na maternidade onde a criança nascerá;
  • Acompanhar nos cuidados com a saúde, levando a criança para realizar consultas e para tomar vacinas.

Paternidade responsável desde o pré-natal

Como já foi dito, a paternidade responsável começa desde antes da criança nascer. Como ser, então, um pai responsável durante o período de pré-natal? Certamente acompanhar a parceira nas consultas e exames de pré-natal e ser interessado sobre tudo o que envolve a gestação é um ótimo começo. Estar atento às necessidades da gestante e conversar sobre como ela se sente é de extrema importância, pois o período da gestação é de grande instabilidade emocional. Da mesma forma, a gestante também precisa se esforçar em ser clara sobre o que ela pensa e o que ela espera do companheiro. Como a paternidade responsável se incia já no pré-natal, procurar o curso sobre paternidade responsável desde este momento é de muita valia.

Paternidade ativa no pós-parto

Após o bebê nascer, uma nova rotina se incia na vida da família e ela demanda a energia de todos. Infelizmente os homens não podem amamentar o bebê mas você aprenderá no curso outras formas de ser eficiente. Um do que você pode fazer é ser suporte da mãe. Quando está amamentando, a mulher não pode sair de onde está, por isso ofereça água e comida. Outra forma de ser um pai responsável é cuidando das tarefas domésticas. Como o bebê é muitas vezes dependente da mãe, cuidar das tarefas domésticas é uma ótima pedida. Caso você realmente não saiba como ser prestativo, pergunte para a sua companheira, quem melhor do que ela mesma para saber no que ela precisa de suporte?

Agora um pequeno recado para as mamães! Não se sinta na obrigação de ser uma super mãe, neste momento você ainda está conhecendo seu filho e ele ainda está te conhecendo. As coisas ainda vão melhorar, mas até lá, aceite ajuda. As pessoas que te amam querem ser seu apoio neste momento tão cansativo, permita que elas te ajudem.

Pai responsável por toda a vida

Ser pai é uma responsabilidade para a vida toda e em cada fase a sua função vai mudar um pouquinho, apesar da missão principal ser amar seu filho. Busque o quanto puder ser presente na vida do seu filho e aproveite cada momento de seu desenvolvimento. Esteja interessado no curso, absorva tudo o que ele pode te oferecer e use isso para ser um a pai melhor do que sempre sonhou!

Gostou deste texto? Então compartilhe ele com o seu amigo que está prestes a ser pai e está na dúvida sobre qual curso sobre Paternidade Responsável fazer.  E você? O que faz para ser um pai presente e responsável? O curso ajudou a formar o pai que você é hoje? Deixe aqui um comentário para ajudar outros pais!

Loja Lá Vem Bebê

Logo Lá Vem Bebê