adoçante na gravidez

Grávida pode tomar adoçante?

Nesse post você irá ler sobre:

  • Ingestão de adoçantes durante a gravidez
  • Quais adoçantes consumir e qual a quantidade máxima diária deles

Se você está com esta dúvida, saiba que não é a única. Muitas mulheres que estavam acostumadas com a ingestão de adoçantes antes da gravidez se perguntam se podem continuar o consumo ou não.

adoçante na gravidez

De modo geral, sim, as gestantes podem consumir alguns tipos de adoçantes desde que prescritos por seu médico, e em doses moderadas. Mas o consumo deste tipo de alimento é recomendado apenas em casos de gestantes diabéticas ou que necessitam controlar o peso, e sempre deve ser indicado pelo ginecologista.


Veja também:


Nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o órgão que regula alimentos e remédios, o FDA -Food and Drug Administration – testou alguns componentes e aprovou 5 adoçantes e suas devidas quantidades diárias. São eles:

adoçantes para grávidas

Acessulfame –K: não causa danos à mãe e ao bebê pois contém um composto que não é metabolizado pelo organismo humano, sendo eliminado na urina.

Limite diário recomendado pela Anvisa 15mg por kg de peso da mãe.

Sacarina: um dos tipos mais comuns e usados no Brasil.

Limite diário recomendado pela Anvisa é de 5mg por kg de peso da mãe.

Aspartame: comumente encontrado em guloseimas e bebidas de baixa caloria, deve ser evitado por pessoas que sofrem de fenilcetonúria (PKU) – doença hereditária, pois ela dificulta a decomposição da fenilalanina, aminoácido contido no aspartame e cujo acúmulo pode causar retardo mental no bebê.

Limite diário máximo de ingestão é 40mg por kg de peso da mãe.

Sucralose: quase toda a sucralose é eliminada na urina, e portanto não causa danos ao bebê e à mãe.

Sem dados disponíveis sobre o limite diário.

Neotame: mais potente que o aspartame, esse tipo de adoçante é mais voltado para o uso industrial.

Sem dados disponíveis sobre o limite diário.

No Brasil

Frutose e Stévia: são adoçantes naturais, extraído das frutas e de uma planta respectivamente. Apesar de descritos como produtos naturais, não há estudos que comprovem que são seguros para a ingestão durante o período gestacional.

Dados Guia do Bebê

adoçante para gestante

Se a preocupação da gestante é não ganhar muito peso, ela deve manter uma alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios liberada pelo médico. Esta é a melhor maneira de controlar, mesmo que já esteja acima do peso.

Se consumir alimentos diet e light, a grávida pode estar deixando de ingerir vitaminas e nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loja Lá Vem Bebê

Logo Lá Vem Bebê