inseminação artificial

Entenda como funciona a inseminação artificial

Nesse post você irá ler sobre:

  • Diferenças entre inseminação artificial e inseminação “in vitro”
  • Quais são as etapas da inseminação artificial 
  • Quando é indicada e quando é contraindicada

Se está com dificuldades para engravidar, nem tudo está perdido! Há um método simples e indolor, chamado inseminação artificial, que pode ajudar as futuras mamães que se encontram nesta situação.

inseminação artificial

Veja também:


1. Inseminação artificial x Inseminação “in vitro”

Muitas pessoas confundem a inseminação artificial com a inseminação “in vitro”. Mas eles são dois métodos de reprodução diferentes.

Inseminação artificial

A inseminação artificial ocorre quando espermatozoides são inseridos no útero da mulher para a fecundação. Não há fecundação fora do corpo da mulher (como ocorre na “in vitro”), apenas uma indução hormonal para que a mulher ovule, caso ela tenha problemas de ovulação.

Há dois tipos de inseminação artificial: a inseminação artificial intracervical(IC), em que o esperma é colocado no colo do útero; e a inseminação artificial intrauterina (IU), em que o esperma é colocado dentro do útero.

Na inseminação artificial intracervical, o esperma é colocado no colo do útero com uma seringa, tendo a mesma função do pênis no momento da ejaculação.

Na inseminação artificial intrauterina, os espermatozoides passam por uma qualificação no laboratório, em que apenas os aptos para fertilizar serão injetados. Após a seleção, eles são depositados no útero e a mulher passa por um tratamento de ovulação.

Esses tipos de fertilização são indicados para o caso de homens com espermatozoides mais lentos ou que não sobrevivem por muito tempo após a ejaculação.

inseminação artificial

Inseminação “in vitro”

A inseminação “in vitro” é o processo que envolve a fecundação fora do corpo da mulher. O espermatozoide e o óvulo são retirados e fecundados em laboratório, após essa fase, a implantação é feita na mulher para o desenvolvimento do bebê.

Esse tipo de fertilização é indicado em casos mais específicos e tem custo elevado.

inseminação in vitro

2. Etapas da inseminação artificial

O primeiro passo é procurar um médico especializado em reprodução humana. Tanto o homem quanto a mulher devem realizar todos os exames para detectar o porquê não estão conseguindo engravidar. Feito isso, a melhor forma de fertilização será indicada pelo especialista.

Após definir a técnica, o homem terá que coletar sêmen no laboratório através da masturbação. No caso de usar um sêmen do banco, a mulher deve procurar e pedir a doação.

A mulher tomará medicamentos para indução da ovulação, que podem ser orais ou injetados. Durante este período, ela irá acompanhar com ultrassonografias a produção dos óvulos. Após a produção do óvulo, há uso de um medicamento para a liberação dos mesmos. Se for coletar os óvulos, ela deve ir ao médico realizar o procedimento.

Na fertilização artificial

No dia em que a mulher estiver ovulando, coloca-se os espermatozoides no corpo dela, seja no colo do útero ou dentro do útero. Tudo irá depender do caso específico indicado pelo médico. Após 12 dias a mulher poderá fazer o teste de gravidez para constatar se o procedimento foi eficaz.

Na fertilização “in vitro”

Na fertilização “in vitro”, após a retirada do espermatozoide e do óvulo (a coleta feminina ocorre após a liberação dos óvulos no corpo) a fecundação é feita no laboratório e as células são implantadas no útero da mulher. Geralmente são feitos mais de um embrião em laboratório, para aumentar as chances da mulher conseguir mantê-lo, e assim, ficar grávida.

inseminação artificial

3. Indicação dos tratamentos

A inseminação artificial ou a “in vitro” é indicada para:

♥ Homens com algum distúrbio no espermatozoide;

♥ Alterações no útero feminino, como endometriose;

♥ Mulheres com distúrbios de ovulação;

♥ Caso de infertilidade, mesmo sem razão aparente.

A taxa de sucesso é de 20%, sendo diminuída em casos de mulheres acima de 35 anos, com sobrepeso e fumantes. As vacinas e saúde da tentante devem estar em dia, e o médico pedirá a suplementação com ácido fólico desde o início do tratamento.

inseminação artificial

4. Contraindicação

As contraindicações dos tratamentos para engravidar são as mesmas que se dão às mulheres tentantes, mesmo sem problemas de fertilidade. Ou seja, não é indicado para mulheres com alguns problemas de saúde e hereditários. Procure o seu médico para saber se você está apta para passar pelos procedimentos.

teste de gravidez de farmácia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loja Lá Vem Bebê

Logo Lá Vem Bebê