desenvolvimento do bebê

Acompanhe o desenvolvimento do bebê

Receber a notícia de que um novo membro da família está por vir é, com certeza, um motivo de muitas felicidades. Logo após a surpresa do teste de gravidez positivo, um turbilhão de sensações são transmitidas de forma otimista e explosiva. Todas essas emoções podem ser resumidas em dois sentimentos únicos: expectativa e felicidade. Depois desse passo, normalmente, a primeira preocupação que vem à tona e que invade a mente dos papais de plantão é: como será que está a saúde e o desenvolvimento do bebê?

É comum as mães terem a curiosidade em saber como o mais novo e futuro integrante da família está progredindo. Devido a isso, agendar uma consulta com um médico especialista é uma das primeiras atividades que deve ser feita de modo imprescindível.  

Após a descoberta da gestação, é a hora da mamãe começar a se preparar para a chegada do bebê. Alguns dos primeiros passos a serem dados são: escolher médico, fazer uma maratona de exames e compartilhar a novidade com a família.

Para que essa fase seja levada da melhor maneira possível, é importante saber lidar com essa nova experiência de modo harmônico. Para isso, o apoio da família e de amigos próximos é fundamental durante a fase da descoberta. Procurar estar ao lado de pessoas queridas e que desejam o bem, é uma ótima opção. 

A cada semana que passa do período gestacional, o bebê adquire um novo avanço sobre o seu desenvolvimento. Dentro do útero, o feto é capaz de viver inúmeras experiências sensoriais e remotas. Ligadas diretamente à sua mãe, ele consegue captar todos os estímulos lançados do meio exterior e reagir de forma única e especial.

A cada dia que passa, o bebê desenvolve, continuamente, um dos seus cincos sentidos que estão sendo formados dentro da barriga de sua mãe. Dessa forma, até o final da gestação, o resultado é um recém-nascido sadio e cheio de vida.

Todos os fatores externos influenciam em suas atitudes, desde dentro do útero. Alimentação saudável, atividades físicas e estado de bom espírito da mãe e das pessoas que estão ao seu redor são fatores essenciais que estão ligados na desenvoltura do feto.

Antes de discorrer sobre as principais etapas de desenvolvimento do bebê e sobre as suas principais características respectivas, preparamos um item dedicado à influência da alimentação durante a gestação, que é algo extremamente importante. Para saber mais informações, continue a leitura do artigo.

Importância da alimentação no desenvolvimento do bebê

O feto está ligado à sua mãe por meio de cordão umbilical; e, por meio dele, é possível fazer com que o bebê se abasteça de nutrientes essenciais para a sua formação. 

Uma recomendação fundamental que deve ser seguida à risca é: fazer o acompanhamento do bebê desde os primórdios da gestação. A mãe deve estar atenta à sua própria saúde, pois, somente dessa forma, é possível assegurar a vitalidade do feto.

Ter uma alimentação rica em nutrientes, em sua maioria, é fundamental para a desenvoltura do bebê de forma sadia. Principalmente, durante as primeiras semanas, período em que estão se formando os membros e os órgãos, é primordial a mãe estar atenta sobre a sua dieta e sobre o tipo de alimento que ela está ingerindo. De certo modo, tudo o que a mãe come, influencia diretamente no comportamento e no desenvolvimento do feto.

É recomendável que, durante a gestação, a mãe faça uma dieta especial, rica em nutrientes, com variedades de frutas, legumes e cheia de cores. Além disso, é recomendado a ingestão de mais alimentos da terra, os mais naturais possíveis.

Desenvolvimento do bebê: primeiro mês

Logo no primeiro mês de gestação, período em que muitas mães ainda não descobriram que estão grávidas, já começa a formação de órgãos importantes do bebê. Coração, placenta, cordão umbilical são alguns exemplos desenvolvidos nessa fase. Nesta etapa, o tamanho do embrião é menor que um grão de arroz.

Desenvolvimento do bebê: segundo mês

Mesmo a barriga ainda não estar aparente, o bebê já deu um grande passo ao entrar em seu segundo mês. O período determina a transição de embrião para feto. Nesta fase acontece também o desenvolvimento de órgãos e a formação dos dedos das mãos. No final deste mês, o tamanho do bebê se assemelha a um grão de feijão.

Desenvolvimento do bebê: terceiro mês

O bebê não para de se movimentar dentro da barriga ao longo do terceiro mês. Com os bracinhos já crescidos, ele consegue estender e flexionar os cotovelos. Além disso, ele começa a desenvolver unhas, dentes, cabelo, olhos e ouvidos. Também são formados os órgão genitais, mas ainda não é possível identificar o sexo. É normal que o bebê reaja a alguns reflexos. Seu comprimento varia entre sete e nove centímetros,  o que se assemelha ao tamanho um limão.

Desenvolvimento do bebê: quarto mês

É no quarto mês que acontece a formação das cordas vocais, da laringe, do pescoço, das pálpebras, do esqueleto. Seus órgãos internos já estão sendo desenvolvidos também. Além disso, o bebê já consegue abrir e fechar as mãozinhas. É possível identificar expressões faciais e movimentos. É o mês do descobrimento do sexo do neném! Seu tamanho se assemelha a de uma pêra grande.

Desenvolvimento do bebê: quinto mês

Como forma de proteger a pele do bebê, acontece a formação de uma fina película de gordura sobre o corpo, o “vérnix caseoso”. No quinto mês, começam a surgir alguns pelos, como: a sobrancelha, os cílios e os cabelos. Também é possível identificar o sexo do bebê de modo mais nítido em relação ao mês anterior. O seu tamanho se assemelha a de um pepino pequeno. 

Desenvolvimento do bebê: sexto mês

As impressões digitais estão começando a se formar; e as pálpebras já conseguem se abrir. Neste mês, o aparelho digestivo inicia o seu funcionamento normal. Seu bebê pesa em torno de 660 gramas e tem o tamanho semelhante ao de uma espiga de milho.

Desenvolvimento do bebê: sétimo mês

No sétimo mês, o bebê já está totalmente formado. O seu cérebro está se desenvolvendo em ritmo acelerado e o sistema nervoso já está quase completo. No final deste sétimo mês, os pulmões vão começar a se desenvolver. Ele já consegue abrir e fechar os olhos.

Ele também consegue responder aos estímulos com choro; distinguir ambientes claros com luminosidade e diferenciar o doce do salgado.

Está com aproximadamente 40 centímetros de comprimento, o que pode se assemelhar ao tamanho do pé de repolho roxo.

Desenvolvimento do bebê: oitavo mês

O bebê já está grande e saudável. Consegue se mover, girar e chutar. O seu pulmão já está desenvolvido. Ele pesa aproximadamente 2,2 quilos e tem o tamanho parecido ao de uma abóbora menina.

Desenvolvimento do bebê: nono mês

Tudo está perfeitamente formado, sendo os pulmões, os últimos a amadurecerem. Nesta etapa, o bebê começa a engolir secreções, como o lungo e o verniz, junto com o líquido amniótico. Esses líquidos permanecem armazenados no intestino do neném, com o intuito de formar seu primeiro dejeto, conhecido como mecônio, uma substância bem escura.

Já é hora de nascer! No final da 40ª semana, normalmente,o bebê já tem aproximadamente 50 centímetros e pesa aproximadamente 3,4 quilos.

Para concluir…

De modo geral, podemos dizer que são enormes as curiosidades e as preocupações, por parte dos pais, durante o período gestacional. A cada segundo, o bebê está em constante evolução dentro da barriga de sua mãe. Os cinco sentidos do feto são criados e aguçados ao longo dos nove meses de gestação, além das experiências sensoriais e remotas.

De modo surpreende, a cada mês, o bebê sofre uma grande evolução em relação ao seu peso, tamanho e formação. É surpreendente como o desenvolvimento acontece de forma rápida e progressiva. De modo positivo, o bebê ganha seu espaço na barriga e se sente confortável para crescer e se preparar para vir ao mundo.

O ideal é que a gravidez seja levada de forma leve e sadia. Influências externas interferem, de modo direto, o desenvolvimento do bebê. Assim, para que a o progresso aconteça sem problemas e complicações, é recomendável que a mãe tome certos cuidados e adote algumas novas práticas durante essa fase gestacional. Praticar exercícios regularmente, ter uma alimentação saudável e buscar por uma vida sem estresse são alguns tópicos que podem ser incluídos na lista.

Agora que você já terminou de ler o artigo, tenho certeza que você já identificou a fase em que seu bebê está! Aproveite esse momento para entender melhor sobre o desenvolvimento do seu bebê que está por vir e consultar a sua saúde, por meio de exames recorrentes. Vale lembrar que hábitos saudáveis são essenciais durante o período gestacional.

Aproveite cada etapa de evolução de seu bebê. Cada momento é único!

Dica de ouro: para que não falte nada no momento da chegada do bebê, já comece a ir preparando uma lista de itens essenciais.

Logo Lá Vem Bebê